Fórum para os proprietários e simpatizantes da Yamaha XT - Z - K - E - R - X - W ; TT- R - E ; TDM; e outras Motos ...
 
InícioPortal*FAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Como substituir correctamente as velas

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
FullThrottle



Moto : TDM

MensagemAssunto: Como substituir correctamente as velas   Ter Jul 14, 2015 11:11 pm

Algumas dúvidas surgem sobre este procedimento que parece simples mas que implica alguns cuidados.

Da minha parte, as dúvidas que tenho são as seguintes:

Deve-se utilizar massa cobreada (ou outra de outro tipo) na rosca das velas? Sim? Não? Porquê?

Como garantir o aperto correcto (não apertar em excesso nem apertar muito pouco) no caso de não ter chave dinanométrica?

Quando se tira uma vela para verificar o seu estado e se volta a colocar a mesma, visto que a anilha já foi espalmada no primeiro aperto, consegue ficar a vedar bem ou fica a perder compressão?

Quem tiver mais dúvidas sobre isto aproveite para colocar neste tópico.
Voltar ao Topo Ir em baixo
webmonstro

avatar

Moto : XT 350, DR 350 ES, HusaberG FE400E

MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   Ter Jul 14, 2015 11:41 pm

Eu costumo meter um pingo de oleo ou massa mas nao é obrigatorio , a anilha agunta muitos apertos e desapertos
As velas modernas duram imenso , a tua so tem o que 4000? Isso deve dar un 20000 á vontade
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.duasantas.web.pt
FullThrottle



Moto : TDM

MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   Qua Jul 15, 2015 3:08 pm

webmonstro escreveu:
Eu costumo meter um pingo de oleo ou massa mas nao é obrigatorio , a anilha agunta muitos apertos e desapertos
As velas modernas duram imenso , a tua so tem o que 4000? Isso deve dar un 20000 á vontade

Em relação ao aperto, para não ficar nem a mais (problema de moer a rosca da cabeça do motor) nem a menos (perder compressão), como é que sabes o ponto certo se não tiveres chave dinanométrica?

Em relação a meter massa cobreada, há quem seja a favor disso mas também há quem diga o contrário, como por exemplo neste site no ponto 27

http://www.sparkplugs.co.uk/faq/

Q27. Can I / Should I use copper grease when installing spark plugs?

No. This is extremely bad practice and we have seen plugs damaged and being reported as faulty as a direct result. There are two main issues: firstly, there is a possibility of contaminating the firing end of the plug. Secondly, and more importantly, adding lubrication will allow the plug to be tightened far more without reaching the recommended installation torque, this leads to stretching and possible damage of the threads and the risk of internal fracture, disconnection and/or reduced thermal transfer (i.e. effectively operating in a warmer heat range and possibly overheating).

Ao meteres óleo ou massa podes, sem querer e mesmo utilizando chave dinanométrica, dar aperto excessivo e moer a rosca.
Voltar ao Topo Ir em baixo
webmonstro

avatar

Moto : XT 350, DR 350 ES, HusaberG FE400E

MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   Qua Jul 15, 2015 4:43 pm

FullThrottle escreveu:
webmonstro escreveu:
Eu costumo meter um pingo de oleo ou massa mas nao é obrigatorio , a anilha agunta muitos apertos e desapertos
As velas modernas duram imenso , a tua so tem o que 4000? Isso deve dar un 20000 á vontade

Em relação ao aperto, para não ficar nem a mais (problema de moer a rosca da cabeça do motor) nem a menos (perder compressão), como é que sabes o ponto certo se não tiveres chave dinanométrica?

Em relação a meter massa cobreada, há quem seja a favor disso mas também há quem diga o contrário, como por exemplo neste site no ponto 27

http://www.sparkplugs.co.uk/faq/

Q27. Can I / Should I use copper grease when installing spark plugs?

No. This is extremely bad practice and we have seen plugs damaged and being reported as faulty as a direct result. There are two main issues: firstly, there is a possibility of contaminating the firing end of the plug. Secondly, and more importantly, adding lubrication will allow the plug to be tightened far more without reaching the recommended installation torque, this leads to stretching and possible damage of the threads and the risk of internal fracture, disconnection and/or reduced thermal transfer (i.e. effectively operating in a warmer heat range and possibly overheating).

Ao meteres óleo ou massa podes, sem querer e mesmo utilizando chave dinanométrica, dar aperto excessivo e moer a rosca.

Têm razão quando dizem que o oleo possibilita que se dê mais torque , mas sinceramente não vejo necessidade de apertar tanto que chegue a esse ponto

é sim essencial que se aponte a vela correctamente pois pode entrar encavalitada , depois é dar um aperto bom .

Já apertei dezenas de velas tanto a gosolina como a diesel (de preaqueciemnto) em muitos motores sem nunca notar fuga de compressão (num diesel a compressão +e muito supperior e a vela +é mais pequena) e nunca danifiquei nenhuma

Claro que se tiveres acesso a uma chave dinanometrica melhor , mas sinceramente acho desnecessário
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.duasantas.web.pt
Paulo Neto

avatar

Moto : KLE 500

MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   Qua Jul 15, 2015 6:25 pm

para ser sincero nunca ouvi falar em apertar velas com chave dinamométrica... as velas trazem uma anilha de esmagamento, por isso é encostar e dar um apertozinho... as chaves de velas normalmente não dão para aplicar na chave dinamometro.

_________________

Abraços
Paulo Neto                      
Voltar ao Topo Ir em baixo
FullThrottle



Moto : TDM

MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   Qua Jul 15, 2015 9:26 pm

Paulo Neto escreveu:
para ser sincero nunca ouvi falar em apertar velas com chave dinamométrica... as velas trazem uma anilha de esmagamento, por isso é encostar e dar um apertozinho... as chaves de velas normalmente não dão para aplicar na chave dinamometro.

Há uma série de problemas que podem surgir por causa das velas estarem apertadas em demasia ou por estarem pouco apertadas.

Isto já para não falar nas roscas moidas da cabeça do motor que são em aluminio. Quando a rosca fica moida tem que se abrir um buraco maior e meter uma rosca postiça... Dá um monte de trabalho e tempo perdido e dinheiro gasto, podendo tudo isso ser evitado dando o aperto correcto com a chave dinanométrica.

Por exemplo se a vela estiver pouco apertada não vai conseguir dissipar o calor a 100% que devia. (as velas têm diferentes graus térmicos para dissiparem em maior ou em menor quantidade o calor da cabeça do motor).

Se estiver apertada em demasia também pode causar problemas, além de poder moer a rosca.

Em relação a chaves de velas, eu nem sequer tenho chaves de velas tradicionais. Tenho mala de ferramentas com roquetes onde vem logo as várias medidas para as velas (tem dentro aquela borraxinha para agarrar a vela).

No sistema de chaves/roquetes em vez do roquete engata-se a chave dinanométrica.

Há muito mecânico que só utiliza a chave dinanometrica para apertar a cabeça do motor (e é se usarem...) mas depois há sempre muito pessoal a queixar-se que não consegue tirar as velas (porque quem as apertou apertou muito), há quem se queixe que o bujão do óleo não sai (aperto excessivo), há quem se queixe que o filtro do óleo (exterior de lata) não sai (pq levou aperto excessivo qdo devia ser apenas apertado à mão), etc

Consulta o manual da mota que certamente vem lá muitos valores de binários de aperto incluindo as velas.

Até as rodas do carro devem ser apertadas com chave dinanometrica mas há muita gente que ignora isso. Metem a chave na roda e dão um salto em cima.

Roda de carro apertada em demasia vai lixar os rolamentos. Pouco apertada vai andar a oscilar e lixar outras coisas.

Oficinas a sério apertam tudo como manda a lei (com chave dinanométrica).
Voltar ao Topo Ir em baixo
Paulo Neto

avatar

Moto : KLE 500

MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   Qua Jul 15, 2015 10:04 pm

desculpa mas não posso concordar contigo.
grande parte das motas não tem espaço para meter lá uma chave dinamometro...a não ser que desmontes a mota toda.(as marcas não teriam pensado nisso antes de fazer uma mota?)
há provavelmente que o faça nos carros...mas eu trabalhei 7 anos numa oficina de mecanica Fiat/Lancia e nunca vi ninguem a fazer o aperto das velas com essa chave.
mas é assim...há tamancos para tudo.
quem não têm a sensibilidade para dar um aperto numa vela é melhor não mexer em mais nada!!!

por causa desses tamancos é que encontrei este forum e comecei eu a fazer todos os trabalhos nas minhas motas...com ajuda de muita gente aqui, fui aprendendo...
e foi coisa que nunca me passou pela cabeça de andar a procura de quantos quilos devo apertar a vela. até porque é impensavel meter lá um roquete quanto mais uma chave dinamometro.

_________________

Abraços
Paulo Neto                      
Voltar ao Topo Ir em baixo
Magneto

avatar

Moto : Chaço...SZ-30/hp

MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   Qua Jul 15, 2015 10:42 pm

Boas  
Atualmente tenho 3 chaves dinamómetro, e desde miúdo que mexo em mecânica.
Confesso que apertar uma vela com chave dinamometria nunca me passou pela cabeça.  
Podes até ter rasão na tua abordagem, mas isso é sem duvida para quem começa agora a mexer em parafusos e porcas.

Um exemplo melhor para a utilização da chave dinamómetro seria sim os parafusos da tampa do filtro de óleo.
Pergunta lá quem já encontrou um deles moído?     Depois quase ninguém tem uma chave com um torque tão pequeno na escala.

Melhor regra para não fazer asneira sem duvida é: Se não tem grau de certeza, experiencia no que está a fazer, mais vale ficar quieto.  

Quanto á chave para apertar as velas, melhor mesmo essas que vem com a mota no estojo de ferramenta.
Duvido que alguém estrague uma rosca com essas chaves.  

Agora chaves de velas com o mesmo rabo de força para uma chave 32 de caixa... pois isso é melhor mesmo o dinamómetro.        

Quanto ao aperto diria que para vedar a compressão basta um ajuste, depois para garantir que a vela não alarga, isso sim é necessário um pouco mais, pois a variação de temperatura é enorme e a vibração também não ajuda.  

Quanto á roda do carro demasiado apertada estragar os rolamentos... fiquei curioso    

Esta é a minha opinião, a minha disse eu!
Quero dizer com isto que que aceito outras opiniões claro.  

Abraços  
Voltar ao Topo Ir em baixo
Paulo Neto

avatar

Moto : KLE 500

MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   Qua Jul 15, 2015 10:56 pm

nem tinha reparado nessa da roda com muito aperto vai interferir no rolamento... isso é impossivel acontecer pois a roda não aperta na manga de eixo onde leva o rolamento... aperta no cubo da roda na zona de aperto do disco.
é que não tem nada haver. a não ser em alguns carros de competição que a roda aperta na manga de eixo com uma só porca...por exemplo, os F1.




_________________

Abraços
Paulo Neto                      
Voltar ao Topo Ir em baixo
Moutinho

avatar

Moto : TT600S - BWS

MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   Qua Jul 15, 2015 11:17 pm

Mais importante que isso é ter em conta a aferição da chave, convém ser aferida a cada aperto de uma vela, mais que isso pode descalibrar.

Desculpa lá mas isso são dúvidas tuas mesmo ou estás a testar os conhecimentos do pessoal?

A tua questão é tão rigorosa que só tem uma resposta:

Sim a regra da boa arte diz que todo o parafuso deve ser apertado com torque controlado, mas se é para ser perfeito preocupa-te também com a certificação e aferição da ferramenta caso contrário duvido que consigas ter acerteza que estás aplicar a força certa, porque penso que estamos a falar de valores abaixo dos 10Nm.

Qualquer mecânico, técnico, engenheiro mecânico ou fabricante te dá uma resposta politicamente correcta, mas a resposta politicamente correcta não quer dizer que seja a verdadeira.

Acho que a única coisa importante é mesmo apertar a rosca toda da vela à mão sem uso de ferramentas, de modo a evitar que se danifiquem as roscas, depois é apertar com uma chave de cabo pequeno.

_________________
Mota bonita não anda, mota que anda não consegue ser bonita... 

Yamaha BW's Pantera cor-de-rosa | Yamaha TT 600S Branca Ferrari | Ex-Yamaha XT 600E Vermelha Ferrari
Voltar ao Topo Ir em baixo
FullThrottle



Moto : TDM

MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   Qui Jul 16, 2015 1:38 am

Paulo Neto escreveu:
desculpa mas não posso concordar contigo.
grande parte das motas não tem espaço para meter lá uma chave dinamometro...a não ser que desmontes a mota toda.(as marcas não teriam pensado nisso antes de fazer uma mota?)
há provavelmente que o faça nos carros...mas eu trabalhei 7 anos numa oficina de mecanica Fiat/Lancia e nunca vi ninguem a fazer o aperto das velas com essa chave.
mas é assim...há tamancos para tudo.
quem não têm a  sensibilidade para dar um aperto numa vela é melhor não mexer em mais nada!!!

por causa desses tamancos é que encontrei este forum e comecei eu a fazer todos os trabalhos nas minhas motas...com ajuda de muita gente aqui, fui aprendendo...
e foi coisa que nunca me passou pela cabeça de andar a procura de quantos quilos devo apertar a vela. até porque é impensavel meter lá um roquete quanto mais uma chave dinamometro.

Há carros que para mudar a lampada do farol é preciso tirar o para-choques todo. Há carros que para mudar a correia de distribuição é preciso desmontar a parte da frente toda. E mais exemplos arranjam-se mas não vale a pena. Será que as marcas não pensaram nisso quando fizeram o carro?

Falas em oficinas de mecânica. Quantas é que não há que colocam óleo errado, por exemplo o famoso 10W40 do bidon, em carros com FAP que teriam que levar 5W30 próprio para FAP? E o problema é que os carros estão em garantia e os clientes para não perderem a garantia têm que lá ir.

Os manuais dos carros/motas falam em binários de aperto só para encher páginas e ficar bonito? Vela de uma mota é por exemplo apertada a 18Nm e a de um carro é a 27Nm. Quem tá habituado a apertar de carro e vai apertar de mota facilmente fica com aperto excessivo.

Nunca ouviste falar em roscas moidas por exemplo da cabeça do motor onde enroscam as velas ou do bujão do óleo? Porque achas que isso aconteceu? Utilizando chave dinanométrica não acontecia.

Isso de espalmar a anilha. A anilha fica espalmada no primeiro aperto. Quem tira a vela para verificar o estado e volta a colocar a mesma já não tem anilha para espalmar.

Por isso é que em velas novas, de anilha, o primeiro aperto deve ser cerca de 180graus (depois de ser ajustada à mão) e quando se tira e volta a colocar só se deve apertar cerca de 30 graus (depois de ajustar à mão).

Falas que não cabe um roquete quanto mais uma chave dinanometrica. As chaves dinanométricas são do tamanho dos roquetes. Há chaves 1/4", 3/8" e de 1/2" (excluindo as maiores para camiões). Secalhar só tás a visualizar as de 1/2" que se utiliza para apertar por exemplo as rodas do carro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
FullThrottle



Moto : TDM

MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   Qui Jul 16, 2015 1:48 am

ggtuga escreveu:
Boas  
Atualmente tenho 3 chaves dinamómetro, e desde miúdo que mexo em mecânica.
Confesso que apertar uma vela com chave dinamometria nunca me passou pela cabeça.  
Podes até ter rasão na tua abordagem, mas isso é sem duvida para quem começa agora a mexer em parafusos e porcas.

Um exemplo melhor para a utilização da chave dinamómetro seria sim os parafusos da tampa do filtro de óleo.
Pergunta lá quem já encontrou um deles moído?     Depois quase ninguém tem uma chave com um torque tão pequeno na escala.

Melhor regra para não fazer asneira sem duvida é: Se não tem grau de certeza, experiencia no que está a fazer, mais vale ficar quieto.  

Quanto á chave para apertar as velas, melhor mesmo essas que vem com a mota no estojo de ferramenta.
Duvido que alguém estrague uma rosca com essas chaves.  

Agora chaves de velas com o mesmo rabo de força para uma chave 32 de caixa... pois isso é melhor mesmo o dinamómetro.        

Quanto ao aperto diria que para vedar a compressão basta um ajuste, depois para garantir que a vela não alarga, isso sim é necessário um pouco mais, pois a variação de temperatura é enorme e a vibração também não ajuda.  

Quanto á roda do carro demasiado apertada estragar os rolamentos... fiquei curioso    

Esta é a minha opinião, a minha disse eu!
Quero dizer com isto que que aceito outras opiniões claro.  

Abraços  

Tens 3 chaves dinanometricas de que escala e tamanho (1/4", 3/8", 1/2")?

Quase ninguem tem chave dinanometrica com torque tao pequeno na escala pq muito pessoal que conheço apenas compra a chave grande (1/2"). Muito pessoal tem bicicletas e compras chaves de 3Nm-15Nm ou 5Nm-25Nm. Cada um compra o que lhe faz falta e utiliza.

Falas em chave de velas com o mesmo rabo de força para uma chave 32 de caixa... eu posso por a chave de velas no roquete pequenino de 1/4" como posso por no de 3/8" como posso por no de 1/2" como posso meter numa extensão com 1 metro e ainda meter um tubo com mais 2 metros. Há que ter um pouco de sensibilidade e ajustar a ferramenta ao que se está a fazer.

Não tens roquetes de 1/4 ou de 3/8 e/ou nao sabias que se podia colocar a chave de velas em qualquer um deles (isto pq falas logo em meter a chave de velas no roquete da chave de 32...)?

Em relação ao apertar as rodas do carro com chave dinanometrica. Qual é então a razão para serem apertadas desse modo em casas de pneus? Se é para evitar que as porcas saltem em andamento então davam um aperto brutal e assunto resolvido. Era mais rápido que utilizar a dinanométrica e poupavam nas chaves (que são caras se forem boas) e poupavam nas calibrações periódicas (que também são caras).
Voltar ao Topo Ir em baixo
FullThrottle



Moto : TDM

MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   Qui Jul 16, 2015 2:09 am

Moutinho escreveu:
Mais importante que isso é ter em conta a aferição da chave, convém ser aferida a cada aperto de uma vela, mais que isso pode descalibrar.

Desculpa lá mas isso são dúvidas tuas mesmo ou estás a testar os conhecimentos do pessoal?

A tua questão é tão rigorosa que só tem uma resposta:

Sim a regra da boa arte diz que todo o parafuso deve ser apertado com torque controlado, mas se é para ser perfeito preocupa-te também com a certificação e aferição da ferramenta caso contrário duvido que consigas ter acerteza que estás aplicar a força certa, porque penso que estamos a falar de valores abaixo dos 10Nm.

Qualquer mecânico, técnico, engenheiro mecânico ou fabricante te dá uma resposta politicamente correcta, mas a resposta politicamente correcta não quer dizer que seja a verdadeira.

Acho que a única coisa importante é mesmo apertar a rosca toda da vela à mão sem uso de ferramentas, de modo a evitar que se danifiquem as roscas, depois é apertar com uma chave de cabo pequeno.

A chave dinanometrica se for boa e em utilização profissional (usada diariamente) deve ter calibrações necessárias mais ou menos de ano a ano. Convém colocar sempre a chave na posição minima após a utilização para evitar descalibrar mais rapidamente.

Eu tenho as dúvidas que coloquei inicialmente. Não tenho nenhuma chave dinanométrica e preciso de mexer nas velas. Sei que elas devem ser apertadas com essa chave mas há quem não a use e era dicas de como apertar no ponto que precisava saber.

Em relação à massa cobreada há quem use para facilitar a remoção da vela e também, nos carros a GPL ou a alcool, evitar que a ponta da rosca da vela (dentro do motor) enferruje e depois quando se vai retirar, aquela parte ferrugenta vai estragar a rosca da cabeça do motor pq vai passar pela rosca toda.

Por outro lado há aquilo que coloquei do site em inglês.

Em relação a isso pretendia também ouvir opiniões. Deve haver quem seja a favor e quem seja contra e devem ter os seus motivos para isso.

Falas que os valores de aperto devem ser abaixo dos 10Nm. As que eu conheço, de mota, são a 18Nm e por exemplo as de carro são a 27Nm. Velas de incandescência em carro diesel é cerca de 10Nm.

Se for apertar a 18Nm com uma chave de 5Nm-25Nm tá a cerca de meio da escala.

Convém comprar uma chave que tenha certificado de calibração e, se for de boa marca e para uso profissional, se for usada meia duzia de vezes por ano e conservada na posição minima há-de aguentar muitos anos sem precisar de ser calibrada. Considero que vale a pena o investimento visto que pode evitar muita chatisse e despesa com roscas moídas.

Pelos vistos sou o único que tem algum interesse por chaves dinanométricas para apertar velas e outras coisas sensíveis que são enroscadas em roscas de aluminio. No geral aperta-se até um bocadinho antes de partir mas pode acontecer o dia em que parte porque com os apertos excessivos foi perdendo a resistência.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Paulo Neto

avatar

Moto : KLE 500

MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   Qui Jul 16, 2015 9:46 am

desculpa mas alguem com a tua sabedoria toda é uma pergunta desnecessária pois estamos a perder tempo com alguem seguramente mais instruido que nós todos.

pediste opiniões para quê??? para estares a argumentar em direção contraria a todos os que opinaram???

compra a chave dinamometro e aperta a vela da tua mota com ela. assim poupas tempo e trabalho a toda gente. se a conseguires lá meter sem tirar o motor fora estas com muita sorte.

faço a mesma pergunta do Moutinho: estás a testar os conhecimentos do pessoal?...só pode!!!



_________________

Abraços
Paulo Neto                      
Voltar ao Topo Ir em baixo
webmonstro

avatar

Moto : XT 350, DR 350 ES, HusaberG FE400E

MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   Qui Jul 16, 2015 10:09 am

FullThrottle escreveu:

Há carros que para mudar a lampada do farol é preciso tirar o para-choques todo. Há carros que para mudar a correia de distribuição é preciso desmontar a parte da frente toda. E mais exemplos arranjam-se mas não vale a pena. Será que as marcas não pensaram nisso quando fizeram o carro?

Claro que não pensam !!!

As marcas pensam apenas em ser fácil e barato de montar , se demorar meio-dia para substituir uma correia , isso é mão de obra que o cliente paga à oficina portanto melhor para eles

A própria ideia de ter correia de distribuição em vez de corrente , revela que o que lhes intressa é arranjar maneira de ter mais manutenção de forma desnecessária

Mas isso não quer dizer que esteja correcto.

Cada um faz o que quer e como quer mas, sinceramente para moer rosca comprida de 12 mm ou mais como usam as velas é preciso ser uma granda besta a apertar , encavalitar sim , isso é fácil , mas é preciso muito mais torque do que a diferencça de 18 para 27 como dizes

Há que destinguir o que é o torque máximo do torque recomendado ou necessário, no caso da vela não faz muita diferença o valor de aperto , porque é uma unica rosca central , alem disso o "ombro" da vela é chanfrado (cónico ) portanto ao apertar é nessa zona que vai vedar mesmo com a anilha "esmagada" , a anilha das velas não é como a dos bujão do oleo não é necessário substituir sempre que se aperta

O torque é mais importante numa peça que tenha vários pontos de apoio (junta de cabeça por exemplo) pois pode haver torção da peça se um lado está mais apertado do que outra

Além disso isto é material básico, eu já tive uma Moto4 em que devo ter apertado mal a vela e que a meio de um passeio a fundo ouvi um ruído estranho a mota perdeu potencia e parou , pensei logo que tinha furado o carter ou algo assim , parei, olhei para o motor e qual não é o meu espanto vejo a vela fora, agarrada apenas pelo cachimbo em cima da cabeça do motor !!!!

Apertei novamente a vela e não tive mais problemas(era uma Yamaha !), claro que apertei à olhómetro , mas apertei novamente assim, e o que quero dizer é que se houver mal aperto vai dar conta muito rapidamente !

Tambem dizem que a porca do pinhão das XT tem de ser apertada com 100kg ou lá o que é , eu nunca apertei assim e nunca tive problemas , as rodas o mesmo etc , etc...

E há coisas que vem de série nas motas que NÃO estão certas , como o aperto das manetes e comandos do guiador , p. ex entre outras coisas .

alem disso isto não é um foguetão espacial .... anda mais e aperta menos


Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.duasantas.web.pt
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Como substituir correctamente as velas   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Como substituir correctamente as velas
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Como substituir correctamente as velas
» Como substituir os cones de suspensão por uns hi-lo
» Como verificar as Velas
» 12 dicas práticas sobre o estado da vela
» Como colocar o conta KM a 0?

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Clube XT Portugal :: > Geral :: OFICINA :: Revisões e Ajustes-
Ir para: