Fórum para os proprietários e simpatizantes da Yamaha XT - Z - K - E - R - X - W ; TT- R - E ; TDM; e outras Motos ...
 
InícioPortal*FAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Diário de uma KLE

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 34 ... 64, 65, 66, 67  Seguinte
AutorMensagem
webmonstro

avatar

Moto : XT 350,DR 350 ES, RM 125, HusaberG FE400E

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Qua Abr 01, 2015 10:59 am

Jorge escreveu:

Boas Johnny, inicialmente era essa a minha ideia, ainda para mais por ter coincidido com a intervenção que fiz à bomba de água sem ter trocado pelo menos o retentor, mas após ter conversado com o Deitado o que ele me disse fez sentido, o ar contem água e a cada abertura da tampa de óleo vamos deixando entrar um pouco mais, parece-me uma ideia plausível, mas também pode ser o que tu disseste... eu preferia que fosse



Uma vez que esteja resolvido a origem da entrada de agua no carter (seja junta, seja retentor ) pode ainda haver alguma humidade residual nos carters.
Se quando chegares de uma volta de mota com o motor ainda quente tirares a tampa de enchimento e deixa-a aberta enquanto a mota arrefecer, isso vai ajudar a que a humidade saia pois estando quente evapora facilmente e sobe, saido pelo buraco de enchimento, mas como normalmente o circuito de oleo é "quase" fechado não tem por onde sair e acaba condensando novamente.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.duasantas.web.pt
Johnny_1056

avatar

Moto : Yamaha

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Qua Abr 01, 2015 11:17 am

Boas;
Jorge, tendo andado a mexer na bomba de água e se alguma coisa não ficou como devia ou o retentor já tinha algum calo é provável que haja uma ligeira passagem de água. Se estavas com dúvidas, fizeste bem em mexer e rectificar decentemente a situação. Ponto final.

O que o Deitado disse faz sentido e não tenho nada contra, haverá sempre alguma humidade no motor resultante da humidade atmosférica. Isso é bem visível após pôr o motor a trabalhar durante um curto período de tempo. Se o motor trabalhar durante muito tempo é óbvio que essa humidade acaba por desaparecer por evaporação.
Aliás, esse é um dos motivos pelos quais se aconselha a mudar regularmente o óleo, mesmo não tendo efectuado km's suficientes.

Entretanto o Webmonstro escreveu e aproveito já para responder.
O circuito de lubrificação não é assim tão fechado e estanque quanto isso, basta ver que até tem um respirador por onde facilmente passa a humidade.
Nada com o rodar uns km's para ela desaparecer. Se isso não acontecer por o óleo já estar muito contaminado, só resta efectuar uma nova mudança de óleo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge

avatar

Moto : Duas

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Qua Abr 01, 2015 12:44 pm


Sinceramente não me arrependo nada de o ter feito porque assim fiquei com um conhecimento que doutra forma não era possível, mas agora sei que não era necessário, porque como vcs já algumas vezes disseram, o importante é que não encontremos o óleo alterado, visível pelo tom "amarelado" indicador de demasiada água já misturada, e isso felizmente não aconteceu. O óleo que tirei em Fevereiro era negro, e o de ontem estava um pouco mais "sujo" mas via-se que estava com "transparência" e com uma viscosidade de quase 3mm.

Quanto ao retentor, não encontrei sinais de humidade "atrás" dele. Pode ter sido "levada" pelo passar do óleo, mas agora, com a informação que tenho, não me parece que alguma vez a água tenha conseguido passar... mas??





Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge

avatar

Moto : Duas

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Seg Abr 06, 2015 6:07 pm


Hoje tive oportunidade de levar a KLe a visitar o Deitado para calibar os carburadores, improvisei um depósito alentejano...  



E um pouco a medo (não fosse a engenhoca dar para o torto ) lá fui até lá.

Era grande a diferença entre eles e isso rapidamente ficou corrigido, mas o relantin incerto persiste, por isso vou colocar os carburadores da Gpz e levar estes para que ele os possa analisar.

Entretanto aproveitou-se para medir a compressão e tenho 8.5 no 2º cilindro e 9.5 no 1º, e a taxa de compressão da Kle é de 9.8:1

Vamos ver como correm as coisas...  

Voltar ao Topo Ir em baixo
Johnny_1056

avatar

Moto : Yamaha

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Seg Abr 06, 2015 6:16 pm

Boas;
Só essa diferença de taxa e compressão entre os dois cilindros já ajuda à "festa". Mas se além da oscilação do ralenti continua tudo a funcionar correctamente também não me preocupava grandemente com isso.
De resto, o que tenho escrito no tópico da XTZ aplica-se integralmente a esta.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lisboeta

avatar

Moto : TTR 250 RAID

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Ter Abr 07, 2015 8:50 am

Boas Jorge. Isto que vou dizer pode não ter nada a ver, mas é fácil de verificar. Na minha AJP, o colector de escape tinha a junta da saída dos gases de motor nas couves, entrando água da chuva por aí enquanto andava (Leia-se, entrando no motor).

Embora no teu caso me pareça pouco provável, aconteceu-me a mim lois andei todos os dias do inverno a levar com chuva, a KLE pelo que percebi faz poucos kms e está algum tempo parada, parece muito mais plausível o que o johny disse, acerca da humidade atmosférica acumulada. Ou então era só a tal junta. Seja como for, esperemos que a KLE se ponha boa sem grandes chatices :)

Voltar ao Topo Ir em baixo
Duncan

avatar

Moto : XT 350 e FZ6s

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Ter Abr 07, 2015 8:57 am

Jorge escreveu:

Hoje tive oportunidade de levar a KLe a visitar o Deitado para calibar os carburadores, improvisei um depósito alentejano...  



E um pouco a medo (não fosse a engenhoca dar para o torto ) lá fui até lá.

Era grande a diferença entre eles e isso rapidamente ficou corrigido, mas o relantin incerto persiste, por isso vou colocar os carburadores da Gpz e levar estes para que ele os possa analisar.

Entretanto aproveitou-se para medir a compressão e tenho 8.5 no 2º cilindro e 9.5 no 1º, e a taxa de compressão da Kle é de 9.8:1

Vamos ver como correm as coisas...  


Se a KLE for como eu de certeza que se deu bem melhor com essa nova "gasolina"

Que fique tudo resolvido rápido Jorge

_________________
XT 350 1988 e FZ6s 2004

Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge

avatar

Moto : Duas

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Ter Abr 07, 2015 1:15 pm

Johnny_1056 escreveu:
Boas;
Só essa diferença de taxa e compressão entre os dois cilindros já ajuda à "festa". Mas se além da oscilação do ralenti continua tudo a funcionar correctamente também não me preocupava grandemente com isso.
De resto, o que tenho escrito no tópico da XTZ aplica-se integralmente a esta.

Afinal é um nadinha pior, que a taxa que apresentei é dos modelos de 45cv, a minha tem uma taxa de 10.8:1, o que já dá uma grande diferença.

De qualquer maneira vou fazer o que disse antes testando com os da Gpz haver o que dá, caso persista então vai ficar encostada até dias melhores  Rolling Eyes

Lisboeta escreveu:
Boas Jorge. Isto que vou dizer pode não ter nada a ver,  mas é fácil de verificar. Na minha AJP, o colector de escape tinha a junta da saída dos gases de motor nas couves,  entrando água da chuva por aí enquanto andava (Leia-se, entrando no motor).

Embora no teu caso me pareça pouco provável, aconteceu-me a mim lois andei todos os dias do inverno a levar com chuva, a KLE pelo que percebi faz poucos kms e está algum tempo parada, parece muito mais plausível o que o johny  disse, acerca da humidade atmosférica acumulada. Ou então era só a tal junta. Seja como for, esperemos que a KLE se ponha boa sem grandes chatices :)


Sim, no meu caso o problema era outro  

Duncan escreveu:


Se a KLE for como eu de certeza que se deu bem melhor com essa nova "gasolina"

Que fique tudo resolvido rápido Jorge

És cá dos meus!!!

Acho que se ela prova-se daquilo passavam-lhe logo os soluços

Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge

avatar

Moto : Duas

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Qui Abr 09, 2015 9:50 am


As noticias não são nada boas.

Ontem voltei a levar a moto à oficina do Deitado após ter colocado os carburadores da Gpz, mas os resultados são os mesmos; relantim irregular e tanto fica às 3000 rpm com a seguir vai abaixo.

Com o cilindro esquerdo com menos 2,3 e o direito com menos 1,3 quilos não há volta a dar.

Bem dizia o Edgar que podia ser por falta de compressão!

Por isso vai ficar à espera de melhores dias e eu possa repará-la com deve ser.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Paulo Neto

avatar

Moto : KLE 500

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Qui Abr 09, 2015 10:06 am

uiiiiii!!!!

então Jorge??? put@ de azar!!!

mas a mota com essa falta de compressão não devia consumir oleo???

o que acho estranho foi, depois que mexes te nos carburadores a mota nunca mais foi a mesma... e agora é falta de compressão???

_________________

Abraços
Paulo Neto                      
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge

avatar

Moto : Duas

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Qui Abr 09, 2015 11:45 am


Pois é Paulo, put@ de vida a minha!  Rolling Eyes

Provavelmente estará a gastar óleo sim, mas em 30 ou 40 kms feitos não deve ser perceptível.

Não sei o que te diga, também a mim me faz confusão de repente ela ter ficado com pouca compressão porque antes não estava assim. Já dei voltas e voltas e só consigo atribuir-lhe a causa de uma vez quando ela apenas pegou num cilindro e eu ter estado à espera que o outro pega-se e a moto esteve a trabalhar (acelerada) por uns 5 ou 6 minutos e o motor batia um pouco, tirando isso só mesmo por coincidência, não vejo outra explicação.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Johnny_1056

avatar

Moto : Yamaha

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Qui Abr 09, 2015 1:56 pm

Boas;
Jorge, vai com calma!!
A oscilação do ralenti pode ter alguma coisa a ver com a falta de compressão, mas duvido que justifique esse tipo de oscilações tão grandes.
Não comeces já a pensar em cenários dantescos.
E pode nem sequer estar a consumir óleo, desde que não tenha ocorrido nenhuma falha grave, pode estar dentro dos valores aceitáveis.
Acho que nunca tiveste um consumo de óleo preocupante nessa moto, ou pelo menos nunca o referiste por aqui...
Dá uma vista de olhos na culassa e verifica a folga das válvulas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge

avatar

Moto : Duas

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Qui Abr 09, 2015 2:07 pm


Boas Johnny,

A folga das válvulas já eu vi como referi na pag. anterior e corrigi 3 delas, acho que o fiz corretamente mas assim que possa volto a confirmar e dou uma vista de olhos a possíveis fugas na culassa.

Nunca senti que esta moto gasta-se óleo antes, só se estiver agora com este problema!

Se for preciso uma intervenção maior, ai vai ter de ficar para uma outra altura


Voltar ao Topo Ir em baixo
Johnny_1056

avatar

Moto : Yamaha

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Qui Abr 09, 2015 2:24 pm

Boas;
Já me tinha esquecido que tinhas verificado a folga das válvulas. Mesmo assim dá uma vista de olhos novamente e caso seja necessário dá uma vista de olhos na culassa.
Por enquanto concentra-te apenas na parte superior do motor.
Caso tenhas mesmo que tirar a culassa, dá logo para ter uma ideia dos cilindros.
Acredito que o problema se consiga resolver sem ter que andar a desmanchar o motor todo.
No fim de fechado, aí sim, pões a carburação "ao fininho".
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jorge

avatar

Moto : Duas

MensagemAssunto: Re: Diário de uma KLE   Qui Abr 09, 2015 7:24 pm


OK Johnny, vou fazer isso. Em relação ao abrir o motor só o posso fazer quando tiver disponibilidade financeira, e estando aberto queria aproveitar para trocar a corrente de distribuição e de transmissão primária, vedantes e outros, para não ter que futuramente voltar abrir.

Obr

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Diário de uma KLE
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 65 de 67Ir à página : Anterior  1 ... 34 ... 64, 65, 66, 67  Seguinte

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Clube XT Portugal :: Galeria :: As nossas Fotos-
Ir para: